Sobre portas e janelas

Desde criança, um dos ditados que mais ouvi e mais gostava de repetir era aquele que diz que, quando a vida fecha todas as portas, a gente abre uma janela. Gosto da ideia de que a gente não precisa seguir só pelo caminho que a gente conhece, aquilo que aprendemos ser o normal pra fazer. Existem outros meios, outras possibilidades. Tentar é o passo mais importante.

Quando comecei a escrever Amor Plus Size, eu sabia que tinha uma história muito bacana nas mãos. Não sabia exatamente se ia conseguir terminar o livro algum dia, não sabia o que ia virar da história, mas tinha uma única certeza: eu não queria usar a porta. Já tinha tido meus então 3 anos de carreira, e o desgaste da publicação independente já me fazia repensar o futuro de vez em quando. Não sou de ferro - pensei e penso de vez em quando em largar mão de tudo. Não queria que uma história tão querida ficasse limitada ao que a auto-publicação podia me oferecer. Quis fazer diferente. Comecei a pensar.

Há algumas semanas atrás, recebi um e-mail da Alba Milena (vocês provavelmente a conhecem pelo blog Psychobooks), com quem eu não conversava direito há algum tempo. Ela agora tem uma empresa - a Increasy - que presta, entre outros serviços para autores, agenciamento literário. E ela estava me convidando a uma avaliação. Ela, convidando a mim. Pra vocês entenderem o nível do meu pequeno surto, a Alba foi uma das primeiras blogueiras a ler As Bruxas de Oxford na época do lançamento da primeira edição, e eu até hoje esfrego as quatro estrelas com que ela classificou o livro na cara da sociedade. Eu acompanho e admiro o trabalho dela e das meninas no site há anos - o Psychobooks foi um dos primeiros blogs literários que eu descobri. E aí, de repente, lá estava ela, me mandando um e-mail, perguntando se eu estava a fim de trabalhar com ela.

Parece coisa do destino, porque um monte de bombas tinham caído na minha cabeça naquela semana. Meus livros estavam acabando e eu ia voltar a ficar sem editora. Problemas pessoais. Conta no vermelho. TPM. E de repente, tinha uma janela se abrindo, só esperando pra que eu pulasse por ela.

Então eu pulei. E fui do ai-meu-deus-o-que-eu-vou-fazer-com-a-minha-vida pra Melhor Equipe do Mundo. Não se enganem, vai dar trabalho - tudo que vale a pena dá. Estamos revisando o livro em conjunto, incansavelmente, pra corrigir e melhorar e transformar. Mas é incrível trabalhar com pessoas competentes e entusiasmadas com você, com a história, com o que vocês podem realizar juntas.

Eu posso não saber o que o futuro me reserva, mas sei que meu bebê está em ótimas mãos, e que, depois dessa janela, muitas portas ainda vão se abrir pra todas nós.

Um beijo especial pra Alba, Lívia, Mari, Guta e Grazi ♥

Adicione Amor Plus Size no Skoob - Leia o primeiro capitulo - Divulgue com a tag #AmorPlusSize no Twitter

2 comentários:

  1. Que lindoooooooooo, Lari!!!!
    Eu fiquei super, hiper mega, blaster feliz quando soube que faz parte do rol de agenciados da Increasy!!! Você merece muito todo reconhecimento pelo seu trabalho e certamente essa parceria lhe proporcionará muitas conquistas ainda. Parabéns!!
    Te desejo ainda mais sucesso!
    Bjão.

    ResponderExcluir
  2. http://livrariasaraiva.com.br/publique-se/

    ResponderExcluir

 
Larissa Siriani | Copyright © Design por Naiare Crastt • Mantido pelo Blogger